This site uses cookies to store information on your computer. Learn more x

Atletas de elite experimentam uma nova estratégia: mais vitamina D

Equipes de esportistas profissionais e universitários acreditam ter encontrado uma vantagem extraordinária em um dos nutrientes mais básicos: a vitamina D.

Quando milhões de dólares estão em jogo, as equipes de elite rastreiam a saúde dos seus atletas com mais precisão do que nunca, visando assegurar que eles sigam com um desempenho máximo. Como parte desse esforço, diferentes times dos Estados Unidos começaram a monitorar os níveis e a ingestão de vitamina D dos jogadores, além de outros aspectos de uma alimentação saudável e da qualidade do sono. Os dirigentes das equipes também estão considerando os resultados de uma pesquisa reveladora que sugere que a deficiência de vitamina D poderia aumentar o risco de lesões nos atletas.

O estudo publicado no American Journal of Sports Medicine, em 2015, e divulgado no Wall Street Journal, é particularmente impactante porque concluiu que os níveis de vitamina D foram significantemente inferiores nos jogadores que sofreram pelo menos uma fratura óssea.

Outro estudo, de 2011, apresentado em uma reunião da American Orthopaedic Society for Sports Medicine, encontrou uma associação positiva entre baixos níveis de vitamina D e lesões em atletas.

A vitamina D promove a retenção e a absorção do cálcio nos ossos e, além disso, atua na manutenção do sistema imune e no crescimento celular. Infelizmente, níveis baixos desse nutriente não são exclusividade dos atletas, já que ao redor de 1 bilhão de pessoas apresentam deficiência de vitamina D em todo o mundo, incluindo 60% dos adolescentes brasileiros e cerca de 30% das crianças mexicanas de 1 a 5 anos.

Os estilos de vida modernos dificultam a ingestão de níveis adequados de vitamina D apenas por meio da dieta e da exposição à luz solar. Por isso, os profissionais de saúde recomendam frequentemente o consumo de suplementos de vitamina D e alimentos enriquecidos como uma fonte complementar importante.

Referências:

Joseph C. Maroon, Christina M. Mathyssek, Jeffrey W. Bost, et al. Vitamin D Profle in National Football League Players. Am J Sports Med May 2015 vol. 43 no. 5 1241-1245.

Rachel Bachman. Elite Athletes Try a New Training Tactic: More Vitamin D. The Wall Street Journal Jan. 25, 2016 .

Shindle MK, Voos JE, Gulotta L, et al. Vitamin D status in a professional American football team. Paper #46. Presented at the 2011 Annual Meeting of the American Orthopaedic Society for Sports Medicine. July 7-10. San Diego.

Flores ME, Macías-Morales N, Rivera-Pasquel ME. Efectos de la vitamina D sobre la salud, la respuesta inmune y el neurodesarrollo en niños. Revisión de la literatura. México: Instituto Nacional de Salud Pública, 2012.