This site uses cookies to store information on your computer. Learn more x

DSM na América Latina

A possibilidade de navegação impulsionada pelo vento

No passado, o comércio global era impulsionado pelo vento. Em seguida, surgiu a força do vapor; a seguir, os motores a diesel e os cargueiros de vela foram relegados aos livros de história. Ou talvez não. Hoje, impulsionado pela preocupação crescente com os impactos da indústria de transporte nas mudanças climáticas, a elevação do custo do petróleo e os avanços na nova tecnologia de propulsão eólica, estamos prestes a testemunhar o início de uma segunda era dourada do vento.

Para legenda do vídeo em português, pressione o botão CC quando começar o vídeo.

Com cerca de 90% de todo o comércio global atualmente transportado pelos mares, a indústria de transporte é uma das maiores fontes do mundo de emissões dos gases do efeito estufa, respondendo por surpreendentes 843 milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono anualmente. É maior do que a produção total de CO2 do Reino Unido, logo atrás da produção da Alemanha. Para abordar esse problema urgente, bem como achar uma solução para sua dependência do petróleo, a indústria começou a procurar por alternativas mais sustentáveis de energia. 

Controlando o poder dos ventos por meio da propulsão de pipas

A solução pode parecer óbvia: o vento. É de graça, não cria dióxido de carbono e, embora intermitente, nunca acaba. Contudo, há desvantagens significativas nas velas tradicionais. São comparativamente caras e ineficientes, especificamente para utilização com navios cargueiros.

Para abordar isso, a empresa sediada em Hamburgo SkySails desenvolveu um sistema de propulsão baseado em pipa. Voando 100-300 metros acima dos navios cargueiros, os Sistemas SkySails são capazes de explorar velocidades maiores do vento e gerar entre cinco e 25 vezes a quantidade de energia das velas convencionais. Acoplados ao convés, os Sistemas SkySails não requerem um mastro – que significa que ocupam muito menos espaço no convés – podendo ser facilmente dispostos, podendo ser acoplados a praticamente todos os navios de carga.

Os benefícios ambientais e financeiros são atraentes: Os Sistemas SkySails podem reduzir o consumo de combustível e as emissões em até 35%, e, se aplicados em todo o setor, reduziriam as emissões de CO2 em cerca de 150 milhões de toneladas ao ano – aproximadamente equivalente às emissões anuais da Bélgica ou dos Países Baixos.

O poder viabilizador dos materiais da DSM

Para funcionar com eficiência, qualquer sistema de propulsão baseado em pipas requer uma corda de reboque que seja leve e incrivelmente forte. Cabos de aço são muito pesados para essa finalidade, sendo que cabos convencionais simplesmente não são fortes nem suficientemente duráveis para resistir às pressões tanto do vento quanto do mar.

Em conjunto com Gleistein Ropes, a DSM desenvolveu com sucesso a corda de reboque que a SkySails precisava. A solução foi encontrada com Dyneema®. De longe a fibra mais forte do mundo – é 15 vezes mais forte do que o aço – a Dyneema® é leve e extremamente resistente a substâncias químicas corrosivas, abrasão e atrito.

O desenvolvimento e a comercialização bem-sucedidos dos Sistemas SkySails foram um desafio significativo e foram possíveis graças ao conhecimento e à inovação em ciências de materiais da DSM. Trabalhando em conjunto com seus parceiros, a Dyneema® da DSM vem permitindo o renascimento da navegação impulsionada pelo vento.