Eslingas leves fabricadas com Dyneema® economizam tempo e dinheiro em operações de levantamento de carga pesada

Obtendo máxima eficiência de um guindaste de pórtico enorme

O porto de ODENSE (LPO) em LINDØ é líder no manuseio e no carregamento de componentes e equipamentos grandes para as indústrias offshore e pesada. Um ativo-chave é seu imenso guindaste de pórtico, um dos maiores do norte da Europa. Mas esta não é sua única vantagem, já que o parque também reduziu em 45 minutos o tempo necessário para concluir um içamento. Como? Simplesmente ao migrar para eslingas Dynamica SafeLift leves fabricadas com Dyneema® SK78.

Upgrade com foco no tamanho e na eficiência

Entre outras especialidades, Lindø, próximo a Odense na Dinamarca, é o endereço da Bladt Industries, onde a empresa mantém uma fábrica e um depósito de armazenagem de tubos de reforço, isto é, fundações usadas para turbinas eólicas offshore. Além disso, com o aumento no interesse pela energia eólica e o esgotamento e desativação de plataformas de petróleo e gás no Mar do Norte, a gestão portuária espera que a demanda por instalações em Lindø continue a crescer.

Além de criar mais espaço, a meta é dar um salto em termos de eficiência de tempo e custo que proporcione uma margem competitiva relevante às empresas que estiverem sediadas no local.

“No caso dos reposicionamentos dos tubos de reforço, a redução de peso resultou em uma economia de pelo menos 45 minutos em cada operação de içamento.”

Peter Blazejewicz, gerente de engenharia de içamento e transporte da LPO

As eslingas de elevação de carga ajudam a estimar a velocidade da operação

Parte dessa vantagem competitiva envolveu o upgrade do içamento usado com um dos maiores e mais robustos guindastes de pórtico no norte da Europa. O guindaste de pórtico ou portal em Lindø possui capacidade para içar componentes, equipamentos e navios pesando até 1 mil toneladas cada. É desse tipo de equipamento de elevação que você precisa ao deslocar fundações de tubo de reforço de turbinas eólicas de 63 metros que pesam 665 toneladas cada.

Quando se trata de eficiência, porém, o tamanho é apenas um dos fatores. Até 2016, a LPO Transport Division usava eslingas de poliéster com seu equipamento de içamento pesado. No entanto, as eslingas de poliéster têm inúmeras desvantagens, caso seu objetivo seja a eficiência máxima. As eslingas de poliéster usadas com o guindaste de pórtico em Lindø, por exemplo, tinham um diâmetro de 101 mm e inclinavam a balança para 186 kg. Alternativas modernas podem desempenhar a mesma função em uma fração do diâmetro e do peso, agilizando bastante o tempo de ielevação.

Uma eslinga de elevação de carga de poliéster com desempenho equivalente pesa 186 kg em comparação à eslinga fabricada com Dyneema®, que pesa apenas 45 kg.

Eslingas de elevação de carga fabricadas com Dyneema® SK78: 75% mais leves e significativamente mais finas

Sabendo disso, a LPO Transport Division decidiu obter mais informações sobre as eslingas Dynamica SafeLift. Elas são produzidas pela Dynamica Ropes usando Dyneema®, a fibra mais resistente do mundo. As eslingas fabricadas com Dyneema® SK78 são até sete vezes mais resistentes do que as eslingas de aço com o mesmo peso. Elas suportam as maiores capacidades de elevação, superior a 4.500 toneladas, embora seu peso muito mais leve, em comparação com outras alternativas, torna as operações mais ágeis. Mais leve quanto? Considerando a mesma resistência, uma eslinga de elevação de carga de poliéster pesa 186 kg, enquanto uma eslinga de içamento fabricada com Dyneema® SK78 pesa apenas 45 kg, uma economia de 140 kg ou mais de 75%.

Para a LPO, as vantagens em potencial de migrar para as eslingas Dynamica SafeLift eram surpreendentes. “Obviamente, analisamos ambas as propriedades teóricas e a condição física real do novo equipamento de içamento antes de usá-lo, e ficamos muito impressionados com as propriedades oferecidas pelas eslingas de elevação de carga dos cabos Dynamica”, afirma Peter Blazejewicz, gerente de engenharia de içamento e transporte da LPO. Após discutir detalhes sobre os requisitos e o equipamento de içamento envolvido, a LPO decidiu adquirir eslingas SafeLift. “Foi uma ótima decisão”, acrescenta Blazejewicz.

Ótima quanto? “Especificamente em relação aos vários reposicionamentos dos tubos de reforço, a redução de peso representou uma economia de pelo menos 45 minutos em cada operação de içamento. Como cada uma dessas operações de içamento envolvia nosso guindaste de pórtico de 1 mil toneladas, um içamento de 103 m e uma equipe de cinco a sete pessoas, a economia de custo foi significativa”, afirma Blazejewicz.

“Duas pessoas devem ser capazes de manusear a eslinga de elevação de carga […] e, para isso, as eslingas permitiram que elas alcançassem todos os quatro pontos de içamento durante a tarefa, sem ter de manobrar o caminhão."

Enes Hadziefendic, consultor técnico na Dynamica

A elevação de carga com Dyneema® é melhor para os içadores

E o porto de ODENSE em LINDØ descobriu outra vantagem de migrar para as eslingas Dynamica SafeLift fabricadas com Dyneema® SK78: condições melhores para os içadores que trabalham lá. “Realizar a elevação de com eslingas de poliéster era fisicamente exaustivo para os içadores”, afirma Blazejewicz. “Com a troca para as eslingas SafeLift, a tarefa deles ficou mais fácil.”

Como podemos ajudar?

Entre em contato com nossos especialistas. Obtenha orientação sobre como Dyneema® pode otimizar seu negócio.