A fibra Dyneema® desempenha uma tarefa dupla ao rebocar e amarrar o Modern Express, que havia sido atingido

Dois líderes na indústria marítima escolhem cabos leves e de alta resistência fabricados com Dyneema®

Considerando a situação desafiadora, as equipes de resgate decidiram usar uma conexão de reboque fabricada com a fibra Dyneema®. Dois foram os motivos: peso e manuseio. Os cabos fabricados com a fibra Dyneema® são tão resistentes quanto cabos de aço com o mesmo diâmetro, mas sete vezes mais leves. Nesse caso, uma grande vantagem. Juntas, as seis unidades ShoreTension equipadas com cabos de amarração fabricados com Dyneema® mantiveram o Modern Express no lugar até que o drama e o perigo realmente fossem superados.

Uma região de perigo notória

O Golfo da Biscaia, localizado entre França e Espanha, é famoso entre os marinheiros. Ventos fortes e tempestades contribuem para a formação de ondas grandes vindas do Oceano Atlântico. Aqui, uma perda de força pode acarretar um risco real dos mares comprometerem o navio ao deslocar a carga, emborcar ou possivelmente afundar. Sem mencionar os perigos para as equipes de resgate, que são extremos, especialmente durante o outono e o inverno.

Essa foi a situação enfrentada pelo Modern Express no início de 2016. O navio cargueiro que transportava carros com destino a Le Havre, na França, perdeu propulsão e tombou por causa da tempestade, tornando-se um alvo certeiro. Um helicóptero da guarda costeira espanhola resgatou a tripulação, mas a embarcação, à deriva em direção ao litoral francês, corria cada vez mais perigo, já que estava se deslocando entre 30 e 70 graus. O receio era que ela afundasse, os bunkers provocassem um derramamento ou encalhasse com o vento e a correnteza próximo ao balneário de Biarritz. Era fundamental mantê-la sob controle.

O Modern Express

  • Tipo: cargueiro de veículos Roll-On/Roll-Off
  • Bandeira: Panamá
  • GT: 33.831
  • DWT: 10.454
  • Comprimento: 164 m
  • Boca: 28 m
  • Calado: 8,72 m
  • Velocidade: 19 nós
  • Construção: 2001

A SMIT Salvage escolhe cabos fabricados com Dyneema®

Os proprietários do navio pediram o auxílio da SMIT Salvage. Compreendendo as condições extremas que eles enfrentariam, a equipe da SMIT formada por 10 profissionais fretou dois rebocadores robustos e recorreu à Marinha francesa, que compareceu ao local com uma fragata equipada com dois helicópteros. Depois de ser deixada no convés do navio tombado, a equipe encarou uma desafiadora escalada até a área de acomodação para acessar o convés principal e chegar à proa. Lá, eles teriam de manobrar e proteger o cabo de reboque sob vento, chuva e mar agitado. Dando tudo certo, os rebocadores virariam o Modern Express no sentido contrário do vento, reduzindo o risco de embocadura, e rebocariam a embarcação até um porto de refúgio adequado.

Considerando a situação desafiadora, as equipes de resgate decidiram usar uma conexão de reboque fabricada com fibra Dyneema® . Dois foram os motivos: peso e manuseio. Os cabos fabricados com a fibra Dyneema® são tão resistentes quanto cabos de aço com o mesmo diâmetro, mas sete vezes mais leves. Nesse caso, uma grande vantagem. Sem a energia do navio para acionar os guinchos, o cabo precisaria ser manuseado pela equipe, então aspectos relacionados à leveza, maior manobrabilidade e manuseio eram considerações importantes. 

“Com nossa experiência de mais de 20 anos com Dyneema® e o potencial de agravamento rápido dessa situação do navio, ficou claro que, além da equipe de resgate, um cabo fabricado com Dyneema® faria a diferença.”

O risco de encalhamento aumenta quando as primeiras tentativas falham

A primeira tentativa de conectar um cabo a um dos rebocadores falhou. Apesar de as ondas atingirem alturas de quatro a cinco metros, um helicóptero da Lynx foi capaz de deixar uma equipe de quatro profissionais no navio, que conseguiram chegar até a proa. Infelizmente, a amarração do cabo falhou devido às circunstâncias e à rigidez do olhal do cabo de aço.

O navio, que havia apresentado problemas no início daquela semana, continuava se aproximando do litoral francês. A equipe da SMIT fez outra tentativa de adentrar o navio no dia seguinte, mas as condições eram ainda piores. Inacreditavelmente, o clima piorou ainda mais e não foi possível realizar nenhuma outra tentativa de forma segura. As autoridades francesas advertiram que o Modern Express poderia encalhar se uma nova tentativa de conexão com o navio falhasse. No final, o navio estava a apenas 50 milhas náuticas de Arcachon, perto de Bordeaux. Conhecida por seus campos de ostras, Arcachon também é famosa por ter a maior duna de areia da Europa, a Dune de Pilat.

Cabo fabricado com Dyneema® vira e reboca o Modern Express

A descoberta ocorreu depois do final de semana. Com o clima melhor, a equipe da SMIT voltou ao local para uma nova tentativa. Após descer de helicóptero mais uma vez e escalar até a proa, eles conseguiram conectar o cabo fabricado com Dyneema® a um dos rebocadores.

Com a equipe fora do navio, o rebocador conseguiu virar o Modern Express e começou a rebocá-lo para o mar. A embarcação estava a apenas 26 milhas náuticas da terra, mas o desafio ainda não havia terminado: o Modern Express ainda tinha de ser protegido e endireitado.

O navio foi rebocado até Bilbao dois dias depois. Lá, outro desafio aguardava: como impedir que a embarcação, com uma inclinação de 51 graus, tombasse ao atracar. O problema era que, considerando a gravidade da inclinação, todas as linhas que a protegiam tinham de estar sob a mesma quantidade de tensão constante. À medida que o navio fosse descarregado, essa tensão teria de ser constantemente ajustada. Sendo assim, a SMIT pediu à ShoreTension para acionar seu sistema ShoreTension a fim de amarrar o Modern Express de forma segura.

Uma tarefa para o Sistema Dinâmico de Amarração ShoreTension

Projetado a partir de cabos leves e de alta resistência fabricados com Dyneema®, o sistema ShoreTension adiciona pré-tensão para reduzir as cargas nos cabos de amarração. Aliado a um sistema de proteção, isso reduz a movimentação e a inatividade do navio.

No caso do Modern Express, a tensão constante se mostrou vantajosa para a amarração segura e estável do navio, e posterior endireitamento. As unidades ShoreTension não atrapalharam as operações de resgate e reduziram significativamente os riscos de troca ou substituição dos cabos de amarração durante o processo.

Juntas, as seis unidades ShoreTension equipadas com cabos de amarração fabricados com Dyneema® mantiveram o Modern Express no lugar até que o drama e o perigo realmente fossem superados.

Como podemos ajudar?

Entre em contato com nossos especialistas. Obtenha orientações sobre como Dyneema® pode otimizar seu negócio.