Entendendo a preferência dos consumidores em relação à redução do açúcar: leite saborizado

O leite saborizado passou por uma transformação nos últimos anos. Nunca houve tantos sabores quanto agora e variedades desenvolvidas para atrair adultos e crianças. Mas com o aumento da pressão para reduzir o consumo de açúcar, o que o futuro reserva para os fabricantes que se empenham para oferecer inovação nesta área?

Leite saborizado na escola, em casa, na academia... em qualquer lugar! 

Hoje em dia, os supermercados oferecem variedades de leite saborizado para atrair praticamente todos os paladares, todas as faixas etárias e, mais importante, todos os estilos de vida. De um latte de café gelado, embalado de forma distingue, a um leite achocolatado repleto de vitaminas e desenvolvido para ser o alimento ideal de recuperação pós-treino, o leite aromatizado tornou-se um berço de inovação e um case de sucesso em laticínios diante da queda ou da estagnação das vendas em alguns mercados maduros. Com base em uma pesquisa de percepção dos consumidores realizada em cinco mercados-chave (EUA, China, Brasil, Espanha e Alemanha), este artigo é o terceiro de uma série de relatórios de percepções globais com foco voltado para a redução do açúcar.

"Reduzir o açúcar adicionado significa repensar os aromatizantes do leite, já que até mesmo os sabores de frutas naturais podem vir com um toque de açúcar, enquanto muitos sabores favoritos, como chocolate e caramelo, dependem do açúcar para conferir o sabor doce que os consumidores adoram."

O consumo de laticínios açucarados/adoçados como um todo (leite saborizado, iogurte cremoso e iogurte líquido) está aumentando para um parte considerável dos consumidores em nível mundial. Cinquenta e três por cento dos entrevistados disseram que seus filhos consomem mais desses alimentos/bebidas hoje do que o faziam há três anos e 34% afirmaram que eles mesmos estavam consumindo mais. Olhando para o futuro, 50% disseram que era provável ou certo que seus filhos consumiriam mais laticínios açucarados em três anos, enquanto 29% afirmaram que era provável ou certo que eles mesmos consumiriam, sugerindo que o crescimento surpreendente observado nas vendas de leite aromatizado desde 2015 poderia continuar.

Como as preferências dos consumidores impulsionam o conteúdo nutricional? 

O leite é um veículo ideal para uma infinidade de sabores e nutrientes que, com o paladar dinâmico de ingredientes e enzimas de hoje, as possibilidades de criar produtos lácteos inovadores não apenas para atender às demandas de saúde dos consumidores, mas também para inspirá-los a experimentar opções novas e saudáveis com açúcar reduzido, são infinitas. 

Compreender o porquê das pessoas escolhem bebidas com leite aromatizado é uma peça-chave do quebra-cabeças para ajudar os fabricantes a compreender a importância do teor de açúcar para os consumidores de leite aromatizado. Dentre os entrevistados, 55% disseram que optaram por beber leite aromatizado por causa de seu sabor, mas, para 45% das pessoas, os benefícios para a saúde óssea as atraíram.

Fatos sobre Alimentos

A redução da lactose pode diminuir o teor geral de açúcar de um leite aromatizado (5,6 g em 200 mL) e pode ser usada juntamente com reduções no açúcar adicionado para encontrar uma solução que ofereça o equilíbrio ideal entre o teor de açúcar e o paladar, permitindo criar produtos que ofereçam sabor e atendam às necessidades e preferências de saúde dos consumidores. 

Solução da DSM

  • Maxilact® da DSM reduz o açúcar nos produtos lácteos, como leites aromatizados e iogurtes açucarados, em até 20%

  • Dentre os países que participaram da pesquisa, os mercados mais novos para produtos lácteos embalados, China e Brasil, observaram o maior crescimento do leite aromatizado: 19%

Baixar Relatório

Para ler o relatório completo, favor fornecer seus dados para contato.

Publicado

18 February 2019