Como aumentar a eficiência alimentar em dietas de confinamento

Como aumentar a eficiência alimentar em dietas de confinamento

02/01/2019 | Autores: Gustavo Monteiro - Gerente técnico regional N/NE e Marcus Vinicius Bueno - Supervisor de vendas TO

Na última década foi observado o aumento do teor de concentrado nas dietas dos confinamentos brasileiros. Em 2004, segundo levantamento da Assocon (Associação Nacional da Pecuária Intensiva), a média de inclusão de concentrado nos confinamentos do Brasil era de 61%. Já o levantamento realizado por Pinto e Millen (2015) mostrou crescimento da inclusão para 79,4%. A necessidade de grandes áreas para produção de forragem e de aumento de energia da dieta para maximizar o desempenho animal são fatores que influenciaram fortemente essa mudança.

A eficiência energética da dieta na fase de terminação é de grande importância para o sucesso da operação. Nessa fase a deposição de gordura ocupa maior parte da composição de ganho diário do animal e aumenta junto com o aumento do peso corporal. O tecido adiposo demanda alto teor de energia para ser depositado, dessa forma a quantidade de energia presente na dieta e sua eficiência em se transformar em carcaça determina o desempenho animal.

NRC 1996 adaptado

Cadastre-se para receber os novos posts!

Cadastre seu email aqui para receber os próximos posts!

This site uses cookies to store information on your computer.

Saiba mais