Qualidade do Leite

Qualidade do Leite

Qualidade do Leite Começa Aqui

Produzir leite de maneira segura, com alto teor de proteína e gordura, e com baixo nível de células somáticas é o principal desafio da pecuária leiteira brasileira. 

O leite com baixo teor de células somáticas, baixa contagem bacteriana e alto teor de sólidos apresenta maior rendimento industrial. Assim, muitas plantas captadoras já estabeleceram programas de pagamento pela qualidade apresentando diferença significativa nos valores pagos aos produtores atualmente.

O programa

O programa Qualidade do Leite reconhece os produtores que atingem altos níveis de qualidade através do uso das tecnologias da DSM. Conseguimos obter um histórico nas médias de proteína, gordura e células somáticas (CCS) desses produtores ao longo das edições e, assim, notar a evolução de cada um.

Em 2012, na primeira edição do programa, participaram cerca de 200 produtores que representaram 15.000 vacas. O número de participantes e vacas avaliadas vem crescendo constantemente.

Confira abaixo o histórico do programa.

Confira abaixo a média geral dos resultados considerando os critérios de avaliação: proteína, gordura e CCS.

Para saber mais sobre os critérios, categorias, raças e premiações, entre em contato com a nossa equipe.