Das tendências do mercado às oportunidades de inovação nos medicamentos vendidos sem prescrição médica para a saúde imunológica

Por: Equipe Editorial da DSM Pharma Solutions

Como o panorama atual é transformado 

A Covid-19 continua a representar um risco de saúde global sem precedentes, tanto para pacientes quanto para sistemas de saúde. A crise atual desafiou a conscientização da saúde pública e ressaltou a interação crítica entre a ingestão de nutrientes ideal e a resposta imune. Com certeza, isso acelerou as tendências do consumidor, por meio das quais indivíduos têm cada vez mais investido na melhoria de sua saúde e bem-estar gerais.   

A DSM recentemente realizou um webinar explorando tendências globais recentes no mercado de saúde do consumidor. O evento refletiu sobre uma série de tópicos relevantes , como a ciência em rápida evolução por trás da ingestão de nutrientes e da resposta imune, enquanto fornece uma visão de futuro essencial  para as oportunidades de inovação nos medicamentos vendidos sem prescrição médica em um cenário de rápida  evolução. O webinar contou com o renomado especialista Nicholas Hall, presidente executivo e diretor de soluções criativas das empresas do Nicholas Hall Group, e o Dr. Manfred Eggersdorfer, professor de envelhecimento saudável no Centro Médico Universitário.  

Resumo das tendências globais e percepções dos consumidores

De acordo com Nicholas Hall, o mercado de saúde do consumidor continuou a experimentar um crescimento constante, com uma CAGR de aproximadamente 5% a partir de 2015-2019. Embora o crescimento das receitas provavelmente permaneça estável em 2020, as tendências de subcategorias contam uma história diferente. Até hoje, cinco das dez principais categorias de crescimento estão ligadas à prevenção. Grande parte desse crescimento impressionante ocorreu em classes de produtos estabelecidas; as categorias de ácido ascórbico (vitamina C) e calciferol (vitamina D) cresceram 16,1% e 15,2%, respectivamente, enquanto as soluções imunes vendidas sem prescrição médica aceleraram 24,6%. Talvez não surpreendentemente, as marcas que experimentam o crescimento mais significativo são aquelas com mensagens simples, diretas e cientificamente sólidas.  

O papel benéfico das vitaminas e minerais no sistema imunológico

Embora a crise da Covid-19 represente uma circunstância trágica, as pandemias não são historicamente incomuns. À medida que a comunidade médica e os líderes de saúde pública lidam com o presente e começam a olhar para o futuro, é importante avaliar cuidadosamente o impacto das práticas clínicas atuais sobre a função do sistema imunológico e os resultados gerais de saúde. 

A saúde imunológica pode ser afetada por meio de mecanismos extrínsecos (ou seja, métodos de defesa físicos/químicos, como utilização de máscara facial, distanciamento social etc.), bem como por meio de mecanismos intrínsecos (ou seja, respostas imunes inatas e adaptativas). A preponderância das evidências sugere que um sistema imunológico equilibrado requer múltiplos micronutrientes, incluindo vitaminas A, D, C, E, B6 e B12, folato, zinco, ferro, cobre e selênio, todos desempenhando papéis vitais, muitas vezes sinérgicos em vários estágios da resposta imunológica. Os mecanismos de impacto incluem, entre outros, ativação, diferenciação e maturação de células relevantes para o sistema imunológico. Assim, a ingestão adequada de vitaminas e minerais é essencial para garantir a estrutura e função adequadas do sistema imunológico.1

O professor Eggersdorfer apelidou a pandemia da Covid-19 de uma espécie de “pandemia da vitamina D”. O calciferol exerce seus efeitos por meio de uma variedade de mecanismos, tais como a função celular de impacto benéfico, a indução de peptídeos antimicrobianos, tais como a catelicidina humana e a mitigação da tempestade de citocinas (ou seja, resposta inflamatória sistemática), que tem sido tão prontamente descrita em formas graves e descompensadas da Covid-19.2 Na verdade, em uma coorte recente de 489 pacientes que tiveram um nível de calciferol medido no ano anterior ao teste de Covid-19, o risco relativo de teste positivo para Covid-19 foi aproximadamente 1,8 vez maior para pacientes com situação de calciferol provavelmente deficiente em comparação com pacientes com situação provável suficiente, uma diferença que foi estatisticamente significativa. Nesse estudo, os pacientes foram considerados deficientes em vitamina D se seus níveis séricos mais recentes de vitamina D, no período de um ano antes de seus primeiros testes de Covid-19, fossem inferiores a 20 ng/ml para 25-hidroxicolecalciferol ou inferiores a 18 pg/ml para 1,25-di-hidroxicolecalciferol.3

De acordo com Calder et al., a ingestão terapêutica de APIs vitamínicos é um método seguro, eficaz e de baixo custo para ajudar a eliminar lacunas nutricionais e apoiar a função imunológica ideal. A ingestão deve geralmente seguir os limites de quantidade diária recomendados (recommended daily allowance, RDA) estabelecidos por autoridades especializadas, como a Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (European Food Safety Authority) e, nos Estados Unidos, o IOM. No entanto, também deve ser observado que o suporte nutricional ideal para o sistema imunológico pode exigir ingestões acima da RDA, embora ainda dentro dos limites superiores de segurança recomendados, para micronutrientes como ácido ascórbico e calciferol.4

Oportunidades futuras de inovação

No futuro, os consumidores e prestadores de serviços de saúde irão em direção a produtos fáceis de usar e resolverão uma necessidade clínica não atendida. Produtos associados a conjuntos de dados cientificamente robustos continuarão a aumentar em proeminência e experimentarão amplo sucesso comercial; como tal, as organizações precisarão investir em estudos clínicos randomizados de padrão ouro em periódicos revisados por pares para demonstrar valor terapêutico e, em última instância, causar impacto nos padrões de tratamento. 

Terapias futuras com vitaminas e minerais baseadas em API se tornarão aspectos cada vez mais críticos do arsenal clínico. Tópicos de interesse de pesquisa incluem os efeitos da combinação de API de vitamina + mineral e/ou sinergias, o impacto de prebióticos e probióticos na melhora e manutenção de uma microbiota intestinal saudável e o papel de vários metabólitos de API de vitamina (p. ex., 25-hidroxicolecalciferol) em futuras modalidades de tratamento clínico.  

Seja parceiro da DSM para acessar nosso amplo portfólio de APIs, soluções personalizadas e serviços especializados destinados a apoiar todo o ciclo de vida do seu produto. Entre em contato conosco para obter mais informações. 

Publicado

21 Janeiro 2021

Tags

  • Business
  • Article

Compartilhar

4 min. de leitura

Inscreva-se para receber nosso boletim informativo

Mantenha-se atualizado sobre as últimas ciências, eventos e tendências de mercado

Faça o download do nosso catálogo de Soluções Farmacêuticas

Referências

[1] A. Gombart et al. A Review of Micronutrients and the Immune System – Working in Harmony to Reduce the Risk of Infection. Nutrients 2020;12(236):1-41.

[2] W. Grant et al. Evidence that Vitamin D Supplementation Could Reduce Risk of Influenza and COVID-19 Infections and Deaths. Nutrients 2020;12(988):1-19.

[3] D. Meltzer et al. Association of Vitamin D Status and Other Clinical Characteristics with COVID-19 Test Results. JAMA Netw Open. 2020;3(9):e2019722.

[4] P. Calder et al. Optimal Nutritional Status for a Well-Functioning Immune System is an Important Factor to Protect against Viral Infections. Nutrients 2020;12(1181):1-10.

Links rápidos

Loja virtual

Solicite amostras, faça pedidos e visualize a documentação do produto

Catálogo

Baixe a cópia mais recente do nosso catálogo de soluções

Entre em contato conosco

Somos mais do que uma parceria. Somos uma vantagem competitiva.

Relatórios técnicos

O que há de mais recente em pesquisa sobre vitaminas e lipídios e desenvolvimentos da indústria

Webinars

Estudos acadêmicos e a ciência mais recente em módulos educacionais

Vídeos

Vídeos explorando o crescente papel dos APIs de vitaminas 

Este site usa cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdos e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram a partir do uso dos seus serviços. Você concorda com nossos cookies se continuar a usar nosso site.

Leia mais