O efeito da vitamina E na redução do risco cardiovascular

Por: Produtos nutricionais da DSM

Indivíduos com diabetes mellitus (DM) e o genótipo 2-2 da haptoglobina (Hp) têm um risco aumentado de desenvolver doença cardiovascular (DCV). Como a função antioxidante é prejudicada nos indivíduos com o genótipo, foi sugerido que a vitamina E em aplicações terapêuticas poderia fornecer proteção cardiovascular adicional.1

Correndo risco: doença cardiovascular

A DCV é a principal causa de morte em indivíduos com DM. Isso é atribuível ao aumento da produção de espécies reativas de oxigênio - ou estresse oxidativo - que produzem mudanças estruturais nas lipoproteínas, aumentando o potencial aterogênico.

Estudos anteriores sugeriram que a vitamina E não fornece nenhuma proteção cardiovascular a populações geneticamente não selecionadas com DM.2 Entretanto, a terapia antioxidante de alta dose pode ser mais eficaz em populações com níveis mais elevados de estresse oxidativo, como aquelas com mutações genéticas. Uma variante em especial, o locus genético Hp, previne a lesão oxidativa da hemoglobina (Hb) extracorpuscular. Na verdade, cinco estudos longitudinais demonstraram que os indivíduos com DM Hp 2-2 têm um risco significativamente aumentado de DCV, em comparação com os indivíduos não Hp 2-2.3

Testando a teoria com estudos clínicos

Uma metanálise publicada no Pharmacogenomics investigou a relação entre o tipo de Hp, vitamina E e desfechos cardiovasculares em participantes com DM de dois estudos clínicos: o estudo Avaliação da Prevenção de Desfechos Cardíacos (Heart Outcomes Prevention Evaluation - HOPE) e o estudo Redução de Eventos Cardiovasculares com Vitamina E em Israel (Israel Cardiovascular Events Reduction with Vitamin E - ICARE).4

Combinando os dados de ambos os estudos, avaliou-se os desfechos clínicos pré-definidos de infarto do miocárdio (IM) não fatal, acidente vascular cerebral e morte por DCV. Os estudos administraram a mesma dosagem de 400 UI de vitamina E a todos os participantes diariamente e avaliaram apenas o DM tipo 2. Todos os indivíduos tinham 55 anos ou mais.

Resultados reveladores

Os dados de ambos os estudos foram analisados usando um modelo de efeitos fixos. A metanálise descobriu que, para os participantes que não receberam vitamina E ou o placebo duplo, o desfecho composto aumentou significativamente no DM Hp 2-2 em comparação ao DM não Hp 2-2. Além disso, a metanálise dos indivíduos com DM Hp 2-2 revelou uma redução global significativa no desfecho composto nos participantes que receberam vitamina E.

O futuro

Após a metanálise, os números foram interpretados para determinar os potenciais efeitos a longo prazo. De fato, a simulação das descobertas ao longo de 50 anos previu que o tratamento de indivíduos com DM Hp 2-2 com vitamina E prolongaria a vida de cada pessoa em aproximadamente três anos. Além disso, estima-se que, para cada 1.000 indivíduos com DM Hp 2-2, o tratamento evitaria 75 internações hospitalares por IM, 31 procedimentos cirúrgicos cardíacos e 19 intervenções coronárias percutâneas.

Em suma, há fortes evidências de que a vitamina E confere benefícios clínicos potenciais para indivíduos com DM com o genótipo Hp 2-2. Como tal, há uma oportunidade para a vitamina E como uma opção não onerosa em estratégias de saúde pública. Embora ainda sejam necessários estudos clínicos prospectivos maiores, os resultados poderiam, ainda assim, proporcionar melhoras na expectativa de vida, juntamente com o gerenciamento de outros fatores de risco modificáveis, como cessação do tabagismo, terapia com estatinas e controle da pressão arterial e da glicose.

Entre em contato conosco para obter mais informações sobre as aplicações de vitaminas e lipídios farmacêuticos no gerenciamento de doenças ou leia nosso relatório técnico, “Evidências científicas sobre vitaminas e lipídios para aplicações farmacêuticas” (Scientific evidence on vitamins and lipids for pharmaceutical applications).  

Publicado

24 Outubro 2017

Tags

  • Science
  • Article

Compartilhar

5 min. de leitura

Inscreva-se para receber nosso boletim informativo

Mantenha-se atualizado sobre as últimas ciências, eventos e tendências de mercado

Faça o download do nosso catálogo de Soluções Farmacêuticas

Referências

[1] S. Blum et al., ‘Vitamin E reduces cardiovascular disease in individuals with diabetes mellitus and the haptoglobin 2-2 genotype’, Pharmacogenomics, vol. 11, no. 5, 2010, p.675-684, https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20415560

[2] Ibid.

[3] Ibid.

[4] Ibid.

[5] Ibid.  

[6] Ibid.

[7] Ibid.

[8] Ibid. 

Links rápidos

Loja virtual

Solicite amostras, faça pedidos e visualize a documentação do produto

Catálogo

Baixe a cópia mais recente do nosso catálogo de soluções

Entre em contato conosco

Somos mais do que uma parceria. Somos uma vantagem competitiva.

Relatórios técnicos

O que há de mais recente em pesquisa sobre vitaminas e lipídios e desenvolvimentos da indústria

Webinars

Estudos acadêmicos e a ciência mais recente em módulos educacionais

Vídeos

Vídeos explorando o crescente papel dos APIs de vitaminas 

Este site usa cookies. Usamos cookies para personalizar conteúdos e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o seu uso do nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram a partir do uso dos seus serviços. Você concorda com nossos cookies se continuar a usar nosso site.

Leia mais