Aumentando o teor de vitaminas dos ovos

Vitaminas e ovos

Com exceção da vitamina C, as 13 vitaminas comumente aceitas estão presentes no ovo. A gema, rica em lipídios, atua como reservatório principal das vitaminas lipossolúveis, assim como suas contrapartes, as hidrossolúveis2. Dois ovos grandes, convencionais, podem proporcionar 30% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) de riboflavina, mais de 60% de vitamina K e cerca de 15% das vitaminas A e D, folato e vitaminas B121,3. Os ovos podem oferecer um potencial real para melhorar a nutrição materna e infantil em países em desenvolvimento, acabar com a fome e alcançar segurança alimentar de forma sustentável. Estudos promovendo o consumo de ovos por mulheres e crianças como parte de melhoras mais abrangentes da dieta mostram que os indicadores de crescimento da criança são significativamente melhorados no grupo em que houve intervenção quando comparado com os controles. De forma similar, um importante estudo recente mostrou que todos os nove aminoácidos essenciais eram significativamente mais baixos em crianças com atrofia do crescimento em relação a crianças sem atrofia. Isto nos diz que a maior ingestão de proteína de qualidade presente nos ovos pode ajudar a promover o desenvolvimento ótimo de crianças. Estudos mostraram uma ligação direta entre a ração e o teor de vitamina dos ovos4. A complexidade química das vitaminas, suas características de absorção e armazenamento no organismo, bem como a variação biológica inerente às galinhas, fazem com que a transferência da ração para o ovo ocorra com uma variação considerável. Ainda que os ovos sejam uma fonte de alimento altamente nutritiva, tanto a produtividade das poedeiras e o teor nutricional de seus ovos são função do consumo de alimentos pela galinha. Para poedeiras, uma dieta com fortificação ótima de micronutrientes melhora a produção de ovos de numerosas maneiras, incluindo uma maior produção de ovos, ovos com melhor peso, porcentagem de postura e maior eficiência alimentar. Para muitos micronutrientes, o teor presente nos ovos responde rapidamente às mudanças na dieta e a eficiência da transferência, da ração para o ovo, depende do micronutriente. As vitaminas lipossolúveis, A, D, E e K podem ser aumentadas até sete vezes nos ovos, com um aumento de até 300 vezes na vitamina D35.

A maioria das vitaminas hidrossolúveis pode ser reforçada em 2 a 6 vezes.

Na produção de ovos, as vitaminas são as seguintes:

Vitamina A

A deposição elevada de vitamina A ocorre com um aumento de 2-4 vezes ou mais na gema do ovo. Suplementadas com 16.000 UI/kg ração, as galinhas produziram gemas com mais do que o dobro do que as galinhas que receberam os níveis de vitamina A recomendados pelo NRC. Um estudo de 2003 relatou teores de 36,6% e 53,3% a mais de retinol na gema de galinhas suplementadas com 15.000 e 30.000 UI vitamina A/kg de ração6.

Vitamina D

Nos ovos, a vitamina D3 varia consideravelmente, uma vez que as gemas são particularmente responsivas a esta vitamina. Estudos relataram, por exemplo, aumentos de 7 vezes no teor de vitamina D3 na gema quando as galinhas foram alimentadas com 4 a 5 vezes mais vitamina D3 do que o usual7.

25(OH)D3

Quando os níveis de 25(OH)D3 administrados às poedeiras foram 0, 34,5 e 69,0 μg/kg de ração, as gemas pesaram 2,23, 3,84 e 6,12 μg/100g respectivamente, representando um aumento de quase 3 vezes em relação às dietas sem a adição de 25(OH)D3.

Vitamina E

O teor de vitamina E na gema pode ser aumentado em 18 vezes8 e, como um todo, o teor de vitamina E do ovo é responsivo a mudanças nos níveis da dieta. Também foi verificado que é afetado pela variação entre as galinhas quanto à deposição, tipo e nível de gordura e óleo, bem como altas temperaturas e fonte de selênio. A DSM oferece uma ampla linha de soluções vitamínicas que comprovadamente aumentam a produção, desempenho e status nutricional do ovo. Neste contexto, as diretrizes de Ótima Nutrição Vitamínica (OVN®) da DSM oferecem um apoio à suplementação inovadora para permitir que pecuaristas e produtores de ovos alimentem os animais com os teores corretos de vitaminas, para otimizar a saúde e o desempenho dentro das necessidades específicas de seu estágio de vida e condições de crescimento.

Recomendações

Com a prevalência da crescente desnutrição em muitos países, pode ser benéfico dar maior significado ao ovo, que se mostrou uma rica fonte de muitos nutrientes e vitaminas essenciais. Assim, a DSM estabeleceu uma parceria com a Comissão Internacional do Ovo, organização dedicada a compartilhar globalmente conhecimento, competência e desenvolvimentos na nutrição do ovo. Melhorar a nutrição é um passo importante para superar as deficiências de micronutrientes e dar suporte ao desenvolvimento ótimo, e é um fator chave contribuindo para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da ONU. Para aumentar o conteúdo de nutrientes nos ovos, os produtores podem tomar medidas no estágio de alimentação das aves para assegurar que o consumidor final está obtendo o máximo de seus ovos e que eles estão desempenhando seu papel para acabar com a fome e melhorar a nutrição global.

A importância dos ovos

A prevalência da desnutrição está aumentando em muitos países. O Relatório de Nutrição Global de 20161 relatou que “a desnutrição e a dieta são de longe os maiores fatores de risco para a carga total de doenças”. Lidar com as questões de nutrição é um desafio real e a DSM está trabalhando para trabalhar com o máximo de seus conhecimentos na área de saúde e nutrição para melhorar o status nutricional global. Estas soluções desempenham um papel chave no esforço global de atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODSs) da ONU de acabar com a fome, conseguir a segurança alimenta e melhor nutrição, com os quais a estratégia comercial da DSM tem um compromisso de longo prazo. O crescimento e o desenvolvimento ótimos da criança podem ter um efeito direto sobre a saúde e o bem-estar ao longo de toda a vida de um indivíduo. Para tanto, é preciso assegurar que haja o consumo adequado de micronutrientes e de proteína na dieta, especialmente durante estágios críticos da vida como gravidez, lactação, infância e adolescência. Uma consequência disto é que há, além de mercado, um interesse crescente por ovos que incluam níveis vitamínicos mais elevados. Ficou claro que os ovos são uma mina de ouro potencial para vitaminas e nutrientes essenciais e, em muitas partes do mundo, as pessoas estão começando a repensar o ovo humilde. Em outras palavras, os ovos podem desempenhar um importante papel no esforço global para alcançar zero fome, boa saúde e bem-estar e, como consequência, alcançar os objetivos de desenvolvimento sustentável.

Referências bibliográficas

  1. Global Nutrition Report, ‘From promise to impact; ending malnutrition by 2030’, 2016 http://ebrary.ifpri.org/utils/getfile/collection/p15738coll2/id/130354/filename/130565.pdf

  2. Lannotti et al. (2014)

  3. Combs (2012)
  4. Naber, 1993

  5. Yao et al., 2003

  6. Morie et al., 2003

  7. Matilla et al. (2003)

  8. Skriven et al., 2010

Publicado

22 August 2019

Compartilhar

Compartilhar

You are being redirected.

We detected that you are visitng this page from United States. Therefore we are redirecting you to the localized version.