ARA e DHA na nutrição da primeira infância

By: Talking Nutrition Editors

Resumo

Um momento crítico:

  • Os primeiros 1.000 dias desde o início da gestação até o segundo aniversário da criança constituem uma janela única de oportunidades para oferecer nutrientes importantes que podem ajudar a moldar um futuro saudável.
  • ARA e DHA são dois ácidos graxos ômega-6 e ômega-3 de cadeia longa, cruciais para o crescimento cognitivo e o desenvolvimento da visão e do sistema imunológico.
  • Uma vez introduzidos alimentos complementares, é importante que as crianças continuem recebendo ARA e DHA em níveis eficazes.

Combinação crucial

É sabido que os primeiros 1.000 dias desde o início da gestação até o segundo aniversário da criança representam um momento crucial para o crescimento e o desenvolvimento. Estudos recentes destacam que os ácidos graxos de cadeia longa ácido araquidônico (ARA) e ácido docosahexaenoico (DHA), quando disponíveis em conjunto, podem ter efeito positivo a longo prazo para o desenvolvimento durante esse estágio. Uma nutrição pobre, por outro lado, pode ter impacto negativo e irreversível na capacidade da criança de crescer e aprender.

A composição do leite materno é estudada com frequência para se estabelecer as necessidades de nutrientes das crianças, pois é considerado o “padrão ouro” da nutrição infantil. ARA e DHA são os principais ácidos graxos de cadeia longa ômega-6 e ômega-3 encontrados no leite materno e são transmitidos preferencialmente através da placenta durante a gestação. Ambos continuam sendo importantes no início da vida, uma vez que o leite materno muitas vezes é a única ou principal fonte de alimento, responsável pelo suprimento dos níveis adequados de energia e nutrientes essenciais para a criança.

O que as pesquisas revelam

Os primeiros anos são o período de maior crescimento do cérebro, e os estudos demonstram que o cérebro da criança acumula grandes quantidades de ômega-3 DHA, uma gordura estrutural importante, durante o desenvolvimento. Pesquisas revelam que dietas ricas em ácidos graxos ômega-3 também podem reduzir o risco de nascimento prematuro em até 58 por cento.1 Além disso, um estudo importante observou que esse tipo de dieta resultou em maior peso ao nascimento comparado a dietas com menor consumo de ácidos graxos ômega-3.2 Na análise prospectiva, evidências mostram que crianças nascidas de mães com níveis mais elevados de DHA durante o parto apresentaram maiores períodos de atenção até o segundo ano de vida 3

Pesquisas em andamento apontam para a função única que o ARA tem em combinação com o DHA. Por exemplo, estudos mostram que o nutriente pode ter papel fundamental na manutenção da saúde da criança através de seu efeito na formação dos ossos, no fluxo sanguíneo, na função dos vasos sanguíneos e no desenvolvimento e função do sistema imunológico.4 A nova ciência também ressalta seu papel no suporte à saúde do trato gastrointestinal.5 Embora os níveis de DHA possam variar dependendo da ingestão de cada pessoa, outras pesquisas sobre o ARA revelaram que os níveis são mais estáveis no leite materno humano no mundo inteiro, sugerindo a importância que o nutriente tem para a saúde e o desenvolvimento da criança.6

Garantindo um futuro saudável

A nutrição nos primeiros 1.000 dias é considerada fundamental, não apenas para proporcionar o melhor início de vida, mas também para ajudar a reduzir o risco de algumas doenças não comunicáveis ao longo da vida. Considerando-se que os níveis de ARA e DHA em alimentos complementares geralmente são baixos, alimentos e suplementos fortificados com níveis balanceados dos dois podem representar uma opção viável para um crescimento e um desenvolvimento saudáveis durante esse importante estágio da vida.

 

Publicado

15 October 2018

Compartilhar

5 Tempo mínimo de leitura

Conteúdo relacionado

Cadastre-se para receber nossos boletins informativos

Mantenha-se atualizado sobre ciência, eventos e tendências de mercado mais recentes

Somos sociais

Siga-nos em suas redes sociais favoritas

Referências

1. S. Kar et al., ‘Effects of omega-3 fatty acids in prevention of early preterm delivery: a systematic review and meta-analysis of randomized studies,’ European Journal of Obstetrics & Gynecology and Reproductive Biology, vol 198, p40–46.

2. S.F. Olsen, H.D. Joensen, ‘High liveborn birth weight in the Faroes: a comparison between birth weights in the Faroes and in Denmark,’ Journal of Epidemiology and Community Health, 1985, vol. 39, p27–32. K.N. Kannass et al., ‘Maternal DHA levels and toddler free-play attention,’ Dev Neuropsychol, 2009, vol. 34, no. 2, p. 159–174.

3. K.N. Kannass et al., ‘Maternal DHA levels and toddler free-play attention,’ Dev Neuropsychol, 2009, vol. 34, no. 2, p. 159–174.

4. Ibid.

 5. Harauma et al., ‘Effects of arachidonic acid, eicosapentaenoic acid and docosahexaenoic acid on brain development using artificial rearing of delta-6-desaturase knockout mice’, Prostaglandins Leukot Essent Fatty Acids., vol. 127, 2017, p.32-39.

6. E. Lien et al., ‘DHA and ARA addition to infant formula: current status and future research directions’, Prostaglandins Leukotrienes and Essential Fatty Acids, 2017.

 Saiba como a DSM pode ajudar a sua empresa.  Selecione as opções abaixo para vincular suas necessidades à solução certa.

 

Links rápidos

Alimentos especiais

Conheça enzimas para cozinhar, produzir cerveja, laticínios e mais.

Soluções de benefícios para a saúde

Soluções para suprir as necessidades de saúde e estilo de vida dos consumidores.

Academia de Nutrição

Conheça nossos artigos técnicos, seminários via web e outros recursos educacionais

Quality For Life

Quality for Life é nosso selo de excelência e nossa promessa para você.

Talking Nutrition

Explore nova ciência, consumer insights, eventos do setor e muito mais.

Webshop

Solicitar amostras, fazer pedidos e visualizar a documentação dos produtos.

Este site utiliza cookies. Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, oferecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Nós também compartilhamos informações sobre sua utilização do nosso site com nossos parceiros de mídias sociais, propaganda e análise, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram a partir da sua utilização de serviços. Você permite os nossos cookies ao continuar utilizando nosso site.

Saiba mais