DHAgold apoia a função cognitiva de cães mais velhos

Assim como os humanos, os cães estão vivendo por mais tempo, portanto passam um período mais longo de suas vidas como idosos. Com o crescimento da população canina em processo de envelhecimento, mais donos de animais de estimação estão experimentando o fardo de ter um cachorro mais velho apresentando um declínio da função cognitiva. Essa doença é chamada de síndrome da disfunção cognitiva canina (SDCC) e é comparável à doença de Alzheimer em humanos.

Cães com SDCC podem demonstrar sinais de confusão e/ou diversas outras mudanças comportamentais que não são uma parte normal do envelhecimento. Especialistas desenvolveram uma listagem de sintomas em categorias gerais: desorientação e confusão, interação reduzida com os membros da família, mudanças atípicas do sono e das atividades e redução da capacidade de fazer as necessidades no local adequado.

Em um estudo da Universidade da Califórnia em Davis, 62% dos cães entre 11 e 16 anos demonstraram sinais de, ao menos, uma categoria da SDCC. Com a crescente humanização dos cães, muitos donos de pets tentarão prevenir o início da SDCC através de intervenção nutricional, pois essa doença é irreversível.

Explicando o estudo sobre cognição.

Há cada vez mais evidências de que o consumo do óleo de peixe rico em ácidos graxos ômega-3, especialmente aquele conhecido como DHA, pode ajudar a apoiar a saúde cognitiva. No entanto, peixes não produzem esse ácido por si próprios. Os ácidos graxos ômega-3 EPA e DHA encontrados em alguns peixes são produzidos naturalmente por certas espécies de microalgas marinhas. Elas estão bem no início da cadeia alimentar marinha. O ômega-3 feito à base de algas é, portanto, bioacumulado no peixe oceânico através da cadeia alimentar, como mostrado abaixo. Assim, faz sentido utilizar microalgas como fonte de ômega-3 ao invés de peixes.

DHAgold™ é uma fonte mais direta de ácidos graxos ômega-3 para rações para pets

Cultivadas cuidadosamente, microalgas naturais, como as do DHAgoldTM, não apenas são um ingrediente nutritivo, mas também mais consistentes, sustentáveis e vêm de uma fonte mais segura de ácidos graxos ômega-3 do que os ingredientes à base de peixe. No entanto, elas são relativamente novas na nutrição animal. Consequentemente, poucos estudos têm sido realizados para demonstrar seu efeito na saúde de animais domésticos.

Os benefícios do DHAgoldTM da DSM Produtos Nutricionais foram recentemente investigados pela CanCog Technologies, líder mundial em pesquisas cognitivas e comportamentais sobre animais domésticos. A CanCog desenvolveu uma série de testes de comportamento, que avaliam a habilidade do animal de identificar visualmente e lembrar-se de diversos objetos e imagens. Esses testes são realizados ao longo do tempo com o fim de determinar mudanças no desempenho do animal e são baseadas somente em sua alimentação diária.

O estudo utilizou uma ração seca padrão para cães disponível comercialmente acrescentada com DHAgold (teste) e sem o produto (controle). As dietas de teste e controle foram ministradas durante seis meses a dois grupos cognitivamente equivalentes de cães com idade entre 8,5 e 11 anos. Ao longo do decurso desse estudo foram realizados cinco testes comportamentais com o fim de medir componentes de desempenho visual, aprendizagem e memória, que, juntos, estabelecem a função cognitiva de um animal. Foi um estudo em ocultação, o que significa que tanto os investigadores quanto os técnicos ignoraram até o final do experimento qual ração continha DHAgold.

Os benefícios observados com o uso de DHAgold.

Embora diversas descobertas significantes tenham sido feitas, dois dos testes demonstraram resultados notáveis: os testes de discriminação simultânea e de sensibilidade ao contraste.

O teste de discriminação simultânea mediu a habilidade de cada cão de executar uma tarefa corretamente durante um treino diário ao longo de um período de quarenta (40) dias. Ambos grupos de cães melhoraram a aprendizagem ao longo do tempo, no entanto, o grupo da ração teste contendo DHAgold teve reações significantemente mais corretas ao longo dos quarenta treinos/dias (p=0,0187). Os especialistas da CanCog interpretaram essas descobertas e outros resultados relacionados como um indício de aprendizagem e memória de longo prazo melhores devido à suplementação com DHAgold.

Para o teste de sensibilidade ao contraste, cada cão teve que identificar visualmente imagens geométricas impressas sobre um fundo branco, sendo que a taxa de sucesso aumentava à medida que o contraste diminuía.

As respostas mais corretas foram, é claro, obtidas com um contraste 100% (preto sobre branco), mas foram notadas grandes diferenças entre os dois grupos à medida que o contraste foi sendo gradualmente reduzido a 5% (cinza claro sobre branco). Mais de 60% do grupo de cães alimentados com a ração teste contendo DHAgold completaram todos os níveis de treinamento com sucesso, enquanto menos de 30% do grupo de cães alimentados com a ração de controle realizou o mesmo. Os especialistas da CanCog interpretaram esses resultados como um indício de uma melhor habilidade de processamento visual devido à suplementação com DHAgold, que envolve a retina, o córtex cerebral ou provavelmente ambos.

Abordando os benefícios à saúde que importam aos donos de pets, as microalgas de alta qualidade do DHAgold prometem um futuro mais brilhante e inteligente para os animais de estimação.

DHAgold é uma marca registrada da DSM.

Publicado

23 August 2019

Compartilhar

Compartilhar

You are being redirected.

We detected that you are visitng this page from United States. Therefore we are redirecting you to the localized version.