Trazendo um gostinho do futuro para a indústria de cervejas artesanais

"Você já experimentou uma cerveja feita com folhas de pinheiro? Mesmo que seja cedo demais para pensar no Natal, a cerveja com sabor de pinheiro foi apenas uma das inovações prontas para consumo que encontrei recentemente.-Theo Wijsman"

Nos últimos anos, vimos o surgimento de um novo mundo cervejeiro corajoso e uma das principais razões dessa façanha é o crescimento contínuo da cerveja artesanal.

Para colocar isso em perspectiva, antes de assumir meu cargo atual na DSM, passei 30 anos trabalhando para uma das maiores marcas de cerveja do mundo, sendo responsável pela qualidade. Como seria de se esperar, grande parte do meu trabalho era manter a consistência dos produtos e garantir que não houvesse desvio entre os lotes com base em uma receita bem protegida. A ideia de experimentar a receita era algo que nunca consideraríamos.

Avançando para 2018, observo um cenário cervejeiro em que praticamente ocorre o oposto. À medida que o cenário se torna cada vez mais competitivo, as cervejarias estão experimentando graus sem precedentes, incorporando literalmente tudo para atrair consumidores, de toranja a abóboras, a (sim) folhas de pinheiro. E tudo isso é baseado em um atributo-chave: sabor.

O que os consumidores de cerveja artesanal realmente pensam?

Trabalhando na DSM, isso é algo que vejo todos os dias. Nosso objetivo é criar um futuro mais brilhante, mais saudável e mais sustentável para todos por meio de enzimas de cerveja que ajudam nossos clientes a construir um futuro sustentável e lucrativo para o setor inteiro. 

Mas isso também foi confirmado recentemente quando conduzimos um relatório de percepções solicitando a consumidores de cerveja artesanal em todo o mundo suas opiniões aprofundadas. Mais da metade das pessoas entrevistadas afirmou que bebia mais cerveja artesanal do que há dois anos (especialmente na faixa etária de 18 a 30 anos). E a principal razão pela qual essas pessoas continuam bebendo cerveja artesanal é... o sabor.

Na verdade, cerca de 75% das pessoas que entrevistamos em todo o mundo afirmaram que o sabor especial era o critério número um para beber cerveja artesanal. Uma notícia ainda melhor para as cervejarias é que 81% dos nossos consumidores de cerveja artesanal afirmaram que gostavam de descobrir novos tipos e sabores de cerveja. Há claramente uma grande oportunidade de inovação no setor de cervejarias artesanais. A grande pergunta é como você acerta e garante que sua cerveja seja aprovada no teste de sabor?

Adicione pouco, faça muito

Você pode se surpreender ao saber que uma nova geração de enzimas de cerveja está ajudando as cervejarias a criar novas experiências de sabor. Confira a seguir apenas três maneiras através das quais isso está acontecendo hoje.

Aumento da relação de grãos

A busca pela inovação no sabor está levando ao uso de muitos grãos de cerveja exóticos produzidos localmente, incluindo milho, arroz, sorgo e mandioca. Isso não só é bom para as papilas gustativas, mas também beneficia o meio ambiente, considerando a substancial pegada de carbono do transporte do malte tradicional de cevada entre os continentes. Ao adicionar pequenas quantidades de enzimas de cerveja à sua relação de grãos, você pode usar uma variedade mais ampla para melhorar o aroma e realmente diferenciar o sabor.

Frutas totalmente aromatizadas

Esse aprimoramento do sabor vai além da lista de grãos, chegando a outros ingredientes importantes da cerveja artesanal, como frutas e, especialmente, frutas tropicais.

Nossas enzimas decompõem as paredes celulares das frutas para liberar mais aroma. Isso não apenas cria uma cerveja de sabor único, mas também oferece uma valiosa vantagem de custo por meio de um processamento de purificação mais eficiente, até porque você precisa comprar uma quantidade muito menor de frutas inteiras para produzir a cerveja.

Sensação na boca maravilhosa

A sensação na boca é, claro, parte essencial da experiência de sabor, outra área na qual as enzimas de cerveja podem ajudar as cervejarias artesanais a criar um produto com uma ampla gama de níveis de atenuação, de alto a baixo (e em qualquer ponto entre esses extremos).

Especificamente, nossas enzimas amilolíticas têm a capacidade exclusiva de controlar a quantidade de açúcares fermentáveis que são obtidos a partir do amido do grão cervejeiro. Para as cervejarias, isso se traduz em liberdade e versatilidade para criar produtos através de todo o espectro de sensação na boca, desde cervejas leves até cervejas totalmente encorpadas.

Os consumidores se manifestaram. Eles estão prontos e dispostos a experimentar novos sabores, aromas e sensações. Agora, usando enzimas de cerveja, a indústria pode fazer o mesmo. 

Solução DSM

Brewers Clarex® da DSM permite produzir cervejas com redução de glúten e sem glúten a partir de matérias-primas contendo glúten, como trigo, cevada e centeio.

Fatos sobre alimentação

Uma pesquisa da DSM mostra que a tendência da cerveja artesanal continua em alta. Leia mais>

Published on

08 July 2019